Nossa Senhora do Monte Serrate

Nossa Senhora do Monte Serrate

Nossa Senhora do Monte Serrate

  

ORAÇÃO A NOSSA SENHORA DO MONTE SERRATE 

Clementíssima Virgem Maria, minha soberana e Mãe, Augusta Senhora do Monte Serrate. Venho lançar-me no seio da Vossa misericórdia e pôr, desde agora e para sempre, a minha alma e o meu corpo debaixo da vossa salvaguarda e da vossa bendita proteção. 

Confio-vos e entrego nas vossas mãos todas as minhas esperanças e consolações, todas as minhas penas e misérias, bem como o curso e o fim da minha vida, para que por vossa intercessão e por vossos merecimentos todas as minhas orações se dirijam e se disponham segundo a vontade do vosso divino filho, Nosso Senhor Jesus Cristo. E que minha alma, depois desta vida, possa alcançar a salvação eterna. 

Ó Maria concebida sem pecado rogai por nós que recorremos a vós. Nossa Senhora do Monte Serrate rogai por nós. Amém 

História de Nossa Senhora do Monte Serrate 

O primeiro santuário com o nome de MONTE SERRAT foi construído na Espanha, perto de Barcelona, e seu nome deriva da montanha onde está situado, cuja forma se assemelha a uma serra de agudos dentes. 

Diz à estória que a imagem da VIRGEM DE MONTE SERRAT foi levada a Barcelona nos primeiros tempos do cristianismo e ali venerada pela população. 

Na época da invasão sarracena, os cristãos esconderam a preciosa imagem e relíquia na serra escarpada, para que não fosse encontrada pelos sarracenos. 

Tudo foi destruído e quase dois séculos depois num sábado do mês de abril, alguns pastores viram aparecer de repente, junto à montanha, um grupo de estrelas muito brilhantes, enquanto ouviam extasiados um harmonioso coro de anjos. Notificando sobre o estranho acontecimento que se repetia todos os sábados, o bispo da cidade de Manresa e o prefeito de Barcelona subiram a serra e encontraram numa caverna a imagem da VIRGEM MARIA, enegrecida pelo tempo. 

Organizaram uma romaria para levar a imagem para Monresa, a imagem porém, que até certo ponto se deixara levar, ficou de repente imóvel e não houve quem a removesse dali. 

Acreditando ser Vontade da Mãe de Deus permanecer naquele local, colocaram-na numa capela da aldeia, onde Ela começou a operar curas maravilhosas. 

A fama desse santuário correu por toda a Espanha e os FRADES DE SÃO BENTO tornaram-se os guardiões e propagadores do culto. Foram eles que trouxeram essa devoção ao BRASIL.  Alguns estados e cidades do Brasil tem um templo dedicado a ela. 

A imagem de Cotia já existia na primeira capela do MONTE SERRAT em 1684. Ficava onde é hoje a estrada do São Fernando Golfe Club. Como essa capela não era cuidada, o bispo do Rio de Janeiro, D.Lencar ordenou que se derrubasse a capela e que seus pertencentes fossem levados para então, Vila de Itu (hoje cidade ). 

Havia em Cotia o coronel Estevão Lopes de Camargo que era proprietário das terras onde está a igreja hoje. 

Além de doar estas terras para a igreja, construiu uma capela que constava do altar mor e a duas laterais onde estão hoje o SAGRADO CORAÇÃO E NOSSA SENHORA DAS DORES. 

Esta capela foi inaugurada no dia 8 de setembro de 1713, com a entrada solene da padroeira no altar mor. 

Os degraus do altar, lembram o MONTE onde a Virgem foi encontrada. E todas as capelas erguidas em seu nome têm esta característica. 

A Virgem está sentada em um trono com seu FILHO MENINO no joelho esquerdo. Com a mão direita ela abençoa os fieis e com a esquerda segura o menino que tem na mão Romã, fruta abundante na região onde foi encontrada. 

  

 

Paróquia Nossa Senhora do Monte Serrate